Argentina analisa mercado interno e fala em renovação

Argentina analisa mercado interno e fala em renovação

18 de agosto de 2014

arroba publicidade

Crédito da imagem: Divulgação Redes & Seafood


O setor de pescados da Argentina sempre foi muito forte, e o mercado interno daquele país foi analisado na última revista Redes & Seafood, parceira da Seafood Brasil. A reportagem mostra que as empresas estão ganhando mais espaço, porém os números da importação também crescem no país, principalmente em relação ao atum e ao salmão.


O país tradicional para os pescados está atraindo investimentos de redes como Carrefour, que teve um crescimento de 25% em 2013 em relação a 2012, totalizando 2500 toneladas de vendas entre peixes e mariscos, segundo informou a Redes & Seafood.

A Argentina também está inovando.  As vendas online vêm ganhando espaço, a Pescaria San Antonio, por exemplo, está investindo forte em comércio pela internet. “O projeto demorou um ano para ficar pronto. O cliente escolhe o produto, paga com cartão de crédito e agenda a entrega para o dia seguinte”, conta Mariano Pollio, representante da empresa.

 

China e atum


A China também está influenciando no mercado interno do país sul-americano. O Grupo Chiarco, presidido por Jaime Xu,  trouxe a experiência chinesa para alavancar novidades ao mercado argentino.


O atum é o peixe mais importado pelo país e impulsiona o mercado interno de conservas. Em entrevista a Revista Redes, Flora Daltonio, diretora da Centauro S.A., conta os problemas da indústria, “ Em definitivo, nós sempre estamos correndo atrás da necessidade”.


A revista também contou um pouco de várias empresas do país, como sua modalidade de negócio e a história de seus fundadores. Para saber mais, lei abaixo a revista na íntegra.

redes

Argentina, atum, mercado interno, pescados, Redes & Seafood, renovação, salmão, seafood brasil

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3