Ásia e Oceania devem dominar o consumo de peixes no mundo

Ásia e Oceania devem dominar o consumo de peixes no mundo

21 de junho de 2013

arroba publicidade
Crédito da imagem: Don O'Brien

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD) produziram o relatório “Perspectivas Agrícolas 2013-2022”. O documento compreende o período de 2010 a 2012 e projeta o consumo dos próximos anos dez anos. No estudo também constam as mudanças que serão observadas no setor de pescado.

O consumo de peixe deve aumentar em todos os continentes, exceto na África, e irá crescer com mais rapidez e força na Oceania e na Ásia, de acordo com o relatório.

Em 2022, o peixe criado em cativeiro deve representar 53% do consumo humano. Todavia, o documento antecipa um aumento de apenas 5% nas pescas, enquanto a aquicultura deverá crescer 35%, passando dos 63 milhões de toneladas do período base para 85 milhões de toneladas em 2022. Estima ainda que aquicultura chinesa deva representar 63% da produção mundial, sendo este país asiático também o principal exportador de peixe.

No período analisado, o Brasil também cresce no setor de pescados. O consumo de peixe deve aumentar cerca de 30% nos próximos dez anos.

Ásia, Brasil, China, FAO, OECD, perspectivas agrícolas, pesca

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3