Chile e Japão ampliam acordo comercial

Chile e Japão ampliam acordo comercial

03 de outubro de 2014

arroba publicidade

Crédito da imagem: Naotake Murayama


Os governos do Chile e do Japão concordaram em começar um processo de fortalecimento do acordo de livre comércio assinado em 2007. Na época da assinatura, o principal produto negociado era o cobre, porém hoje o fortalecimento no acordo visa à indústria de pescado. 


A prorrogação do acordo foi discutida por representantes de ambos os países, durante a reunião da Comissão do Acordo e dos Comitês de Propriedade.  Este processo incluirá a negociação dos produtos que estão atualmente não fazem parte do acordo, o que inclui principalmente o salmão.


O Paul Urria, Diretor de Assuntos Econômicos bilaterais da Direção-Geral das Relações Econômicas Internacionais (DIRECON), destacou, em entrevista a Agência EFE, que o Chile tem interesse em incentivar o investimento japonês no país para que as indústrias locais possam agregar valor à atividade produtiva nacional, como a aquicultura.

Pelo acordo atual, as exportações chilenas para o Japão pagam uma tarifa efetiva de 0,39%, enquanto que em 2013, as importações provenientes do Japão enfrentaram uma tarifa efetiva de 0,9% no Chile.


O Japão é o quarto maior investidor no Chile, com um total de US$ 9.702 milhões no acumulado entre 1974 e 2013. Com a prerrogativa de expandir o acordo, o Japão deve se tornar ainda mais presente e a indústria chilena já pretende investir mais na pesquisa e na aquicultura, criando produtos melhores e com maior valor agregado.

Chile, Japão, mercado, peixe, pescado, produção, salmão

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3