China habilita três novas plantas frigoríficas de pescado do Brasil
Indústria

China habilita três novas plantas frigoríficas de pescado do Brasil

Inclusões perfazem um total de 110 plantas liberadas para exportar ao mercado chinês

29 de julho de 2020

arroba publicidade
A China habilitou três novas plantas frigoríficas de pescado do Brasil, nos Estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina, de acordo com o Secretário de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Orlando Ribeiro. As inclusões perfazem um total de 110 plantas liberadas para exportar ao mercado chinês.
 
Para comentar o assunto, o Canal Rural chamou o diretor-presidente da Associação Brasileira da Piscicultura (PeixeBR), Francisco Medeiros. “Essa liberação significa um bom cenário. É preciso entender que isso não é a mesma coisa que aumentar as exportações de imediato, mas significa uma grande conquista, já que abrimos comércio com o maior mercado do mundo de consumo de peixes, que é a China”, disse.
 
#####
 
 
Aumentam capturas e vendas de polaca
No Alasca (EUA), as indústrias comemoram o bom desempenho de captura e vendas da polaca no período pandêmico, como reporta
o site The National Fisherman. A cota TAC para o recurso no Mar de Bering foi estabelecida em 1,42 milhão de toneladas métricas, com outras 19 mil toneladas provenientes da área das Ilhas Aleutas.
 
Os números de Bering, segundo o veículo, aumentam desde 2018, quando passaram de 1,34 milhão de toneladas e para 1,39 milhão de toneladas no ano passado. O golfo do Alasca também teve aumento na cota, de 112 mil toneladas para 115,9 mil para esta temporada.
 
A demanda onipresente pela polaca em suas diversas formas de apresentação manteve os volumes para os mercados de congelados. “A categoria de alimentos congelados teve um desempenho muito bom durante a pandemia”, diz Craig Morris, CEO da Genuine Alaska Pollock Producers em Seattle. “A Europa é exatamente como os Estados Unidos, e as vendas de alimentos congelados estão no topo”.
 
Contaminações por coronavírus em frigoríficos
As contaminações por coronavírus em frigoríficos continuam em pauta. O G1 traz hoje algumas inserções sobre o tema, entre as quais a de que um frigorífico de Colíder (MT) tem contaminação 12 vezes mais intensa que a taxa média da cidade onde está instalado. Enquanto na cidade a média é de 33.438 habitantes e 498 casos da Covid-19 (1,49%), na JBS são 602 funcionários e 84 casos confirmados (13,95%), diz o veículo.
 
Em nota, a JBS informou que criou um protocolo de prevenção à Covid-19 em todas as unidades, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde.
 
 
Créditos da imagem: PXhere

China, Coronavírus, Francisco Medeiros, frigoríficos, Orlando Ribeiro, PeixeBR

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3