Eu sei que você comeu um poke no verão passado

Eu sei que você comeu um poke no verão passado

Comida havaiana que já esteve em alta no ano anterior caminha para se consolidar no mercado e ajuda no consumo de pescado no País

18 de dezembro de 2018

arroba publicidade
A busca por uma alimentação mais saudável e saborosa aumenta as apostas no prato que já foi a onda do verão passado, mas permanece sendo a melhor pedida deste ano. A edição #27 da Seafood Brasil traz uma reportagem especial sobre a iguaria e como ela deve permanecer como uma tendência.

Um dos fatores responsáveis por isso é justamente a presença do pescado, que com a receita se populariza ainda mais no cotidiano dos brasileiros. O poke, que no dialeto nativo do Havaí seria algo como “cortado em pedaços”, veio da ilha norte-americana e seu principal ingrediente é o peixe fresco. 

João Marcelo Ramos, sócio do Let`s Poke, acha que a procura vai aumentar. "Com a onda de comidas fit, é comum pessoas abrirem mão de pizzas e hambúrgueres para saborear um poke”, disse. A concorrência concorda. Shemuel Shoel, um dos sócios do Poke Häus, também aposta no prato.“É um negócio com grande potencial, não  uma moda passageira”, assegurou.

Felipe Scarpa, do Mr. Poke, é outra fonte consultada pela reportagem de Fabi Fonseca. “O poke surgiu como uma tendência mundial e o Mr.Poke está indo para seu quinto ano de operação com crescimento significativo ano após ano."

E a poucos dias para o começo do verão 2019, tudo indica que o poke vem com tudo outra vez! Mas antes de pedir um bowl, é sempre bom lembrar a principal característica de um estabelecimento especializado: “Número um é servir um peixe de qualidade”, afirmou Thomas Teisseire, do Mr. Poke.

Leia mais sobre a tendência na edição impressa da Seafood Brasil #27.

atum, Let's Poke, Mr. Poke, peixe cru, poke, Poke Häus, tuna

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3