Europa intensifica luta contra a pesca ilegal

Europa intensifica luta contra a pesca ilegal

27 de novembro de 2013

arroba publicidade

A luta contra a pesca ilegal continua na Europa. A Comissão Europeia propôs nesta semana, em Bruxelas, sanções às trocas comerciais de pescados oriundos do Belize, Camboja e Guiné por práticas de captura ilegal, incluindo a proibição da importação para a União Europeia, informa a imprensa portuguesa.


Estas decisões mostram o nosso firme compromisso no combate à pesca ilegal. “O mercado da UE é negativamente afetado, bem como os pescadores locais e da UE”, disse a comissária europeia para as Pescas, Maria Damanaki, em comunicado oficial.Esta proposta surge um ano depois de Bruxelas ter identificado os países como não cooperantes na luta contra a pesca ilegal, ou seja, não declarada e não regulamentada. Além de banir produtos destes países, a Comissão apresentou também um "cartão amarelo" à Coreia.

"A África Oriental foi já identificada como sendo uma importante fonte de pesca ilegal e a minha intenção é fazer a mesma abordagem abrangente no Pacífico", também salientou em comunicado, mostrando que outros países podem sofrer sanções. 

O Brasil também está combatendo a pesca ilegal, inclusive com prisões  e processos, como já informou o Seafood Brasil. Outro problema recente em território nacional foi divulgado recentemente pela reportagem do canal de TV SBT. O jornalístico denunciou a pesca ilegal de lagosta no nordeste brasileiro, o que já está deixando a espécie ameaçada na região. 

 

comissão, européia, ilegal, lagosta, nordeste, pesca, UE, União

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3