FAO diz que mercado internacional inundado de tilápia fez baixar preços

FAO diz que mercado internacional inundado de tilápia fez baixar preços

Peixes baratos da China e do Vietnã afetam mercado internacional e mudam perfil de consumo de países como EUA

31 de março de 2016

arroba publicidade
Novo levantamento da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO),  divulgado em 29 de março, traz uma análise sobre o mercado mundial da tilápia com uma conclusão: no ano passado, os preços caíram em todos os principais mercados, como China, Estados Unidos e Europa.

O mercado da tilápia tem sido ofuscado por desembarques pesados de peixe barato da China e Vietnã, como avalia a FAO. Isso criou, segundo o órgão, um ambiente de mercado difícil com preços em queda. Os tilapicultores chineses quiseram vender tudo antes no Ano Novo Chinês, que caiu este ano em 9 de fevereiro.

Durante os primeiros nove meses de 2015, a FAO calcula que 170 mil toneladas de filés congelados de tilápia foram exportadas para os principais mercados. No caso da China, a produção continua lenta, refletindo uma desaceleração no mercado norte-americano, seu principal cliente.

Com isso, algumas indústrias estão reduzindo o processamento. A aduana chinesa reportou um aumento de 0,6% no volume de exportações de tilápia durante os primeiros nove meses de 2015, comparadas ao mesmo período em 2014. Em receita, no entanto, os embarques caíram 11%, de US$ 1,01 bilhão em 2014 para US$ 902 milhões no ano passado.

A análise dos dados também mostra que produtos de menor valor, como a tilápia inteira, estão ganhando terreno sobre os processados na origem. Principalmente nos EUA, tradicional mercado de filés, a versão inteira congelada parece se tornar mais popular.

Até setembro, os norte-americanos importaram 6% mais tilápia inteira congelada em comparação ao mesmo período de 2014, a uma receita 9,9% menor. Mas os filés também cresceram (2,4% em volume) com maior despachos da China, Taiwan e Honduras a preços 12,5% menores (em torno de US$ 4,50 o kg).

A União Europeia reduziu em 11,3% as compras de tilápia em todas as suas formas até agosto do ano passado, totalizando 18.805 toneladas na comparação com o mesmo período de 2014.

Do lado da produção

O Vietnã se prepara para se consolidar como potência também na produção de tilápias. Em 2014, o país tinha 16 mil hectares de fazendas de tilápia, com produção de 125 mil toneladas. Segundo a FAO, a expectativa é fechar o balanço de 2015 com 21 mil hectares e 150 mil toneladas produzidas. Para 2020, a meta é chegar a um faturamento perto de US$ 150 milhões com exportações.

A produção de Honduras deve fechar 2015 com cerca de 11 mil toneladas produzidas. Os preços do filé no mercado doméstico estão em torno de US$ 1,56 o kg, enquanto a tilápia inteira está em US$ 0,90 o kg.

China, Estados Unidos, Honduras, mercado mundial, tilápia, União Européia, Vietnã

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3