Importação bate recorde e exportação cresce

Importação bate recorde e exportação cresce

17 de dezembro de 2013

arroba publicidade

A poucos dias do final do ano, já dá para prever que a fatura das importações será recorde, pois até novembro deste ano foram cerca de R$ 1,2 bilhão em gastos. Em relação 2012, o crescimento é de 14%. Os números subiram em valores e em volume, cerca de 14%. Nos primeiros onze meses do ano foram trazidos ao país 350.125 toneladas de pescado, segundo o sistema Alice Web.


A correspondência entre valor e volume explica porque a evolução do preço médio das importações ficou praticamente inalterado no período, ou seja US$ 3,400 por tonelada.


Em termos de receitas de exportação, foram totalizados US$ 182,7 milhões, um crescimento de 8%. Porém em volume o cenário foi diferente, queda de 9%, totalizando 29,000 toneladas. A diferença positiva forçou o preço, que teve um aumento de 19 %.


Em vendas externas, a liderança ficou com o camarão. Em novembro foram 444 toneladas em embarques, e na conta deste ano já chegamos a 984 toneladas, com a receita na casa dos US$ 10 milhões - longe de sua marca histórica, que foi de US$ 245 milhões em 2003, mas com amplo destaque internacional ao camarão brasileiro


Outro grande resultado na América do Sul é o desempenho do Equador, um dos principais produtores de camarão vannamei, que atingiu em novembro a marca inédita US$ 1.5 bilhão em vendas externas: um aumento de renda de 36%, de volume em 6%, e ganhos de 28% no preço médio, obtidos para cada tonelada de camarão enviado ao exterior .


 tabela exportação

Brasil, camarão, equador, exportação, importação, recorde, vannamei

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3