Microalga ajuda a desenvolver aquicultura sustentável

Microalga ajuda a desenvolver aquicultura sustentável

08 de outubro de 2013

arroba publicidade

Crédito da imagem: IvanWalsh.com


Tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) pode ser a resposta para um futuro mais sustentável para a aquicultura. Essa é a opinião de um grupo de pesquisadores que trabalham em um projeto experimental para mudar alimentação dos peixes cultivados com alimentação à base de microalgas.


"Nós sabemos que a aquicultura vai ser cada vez mais importante para alcançar a segurança alimentar em todo o mundo e é o setor de alimentos que mais cresce”, destacou a professora de Ciência da Sustentabilidade na Dartmouth College, Anne Kapuscinski.

Kapuscinski também apontou que a produção de anchovas e sardinha, entre outras espécies destinadas à alimentação dos peixes, levou à sobrepesca. Por esta razão, a equipe da professora tem como objetivo a produção de microalgas marinhas para alimentar os peixes em um nível comercial.

A equipe de pesquisadores iniciou em agosto a segunda fase de um estudo para avaliar microalgas como uma fonte alternativa de alimentação para a tilápia.

Na primeira etapa, o grupo analisou três tipos diferentes de microalgas e comparou com os resultados da digestibilidade com a de outros alimentos feitos com farinha de peixe e óleo. Os experimentos revelaram que as microalgas marinhas com ácidos graxos ômega-3 eram melhores e ainda mais digerível do que ração comercial, além de ser mais sustentável, pois as algas ainda limpam a água.

 

 

aquicultura, microalgas, sustentabilidade, tilápia

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3