Pescado sustentável deve crescer na Região Amazônica

Pescado sustentável deve crescer na Região Amazônica

22 de julho de 2013

arroba publicidade
Crédito da imagem: Zemlinki!

O Brasil tem um potencial hídrico imenso, e boa parte desse potencial está localizado na Bacia Amazônica, que conta com importantes rios, como o Amazonas, o Negro e o Solimões.

Para pensar em como explorar esse potencial para a pesca de maneira sustentável, o Ministério da Pesca e Aquicultura e representantes da Região vêm discutindo novas iniciativas.

Rondônia é alvo das primeiras discussões, pois já tem um setor pesqueiro mais fortalecido e números mais expressivos. Nos últimos sete ano, por exemplo, produção de pescado no Estado - sobretudo através da criação da espécie tambaqui, nativa da Amazônia - cresceu a taxas elevadas, produzindo cerca de 38 mil toneladas. O maior mercado para a espécie foi em Manaus, que absorveu 80% da produção.

Assim, no mercado varejista da capital do Amazonas a venda do tambaqui já é responsável por negócios da ordem de R$ 334 milhões por ano, segundo estudo desenvolvido, entre junho e agosto de 2012, pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas local (SEBRAE-RO), através da empresa de consultoria FOCCU’s, de Porto Velho.

Juntos, os Estados da Região Amazônica produzem 68 mil toneladas de pescado, mas existe possibilidade de crescimento e potencial hídrico também. As estratégias discutidas pelos Estados e o Ministério visam aumentar a produção e melhorar a logística para levar o pescado para o Brasil inteiro da forma mais sustentável possível.

Amazônica, Ministério da pesca, pesca, Rondônia, Sebrae, sustentabilidade, sustentável

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3