PF combate fraudes em Seguro Defeso em mais de R$28 milhões

PF combate fraudes em Seguro Defeso em mais de R$28 milhões

04 de novembro de 2014

arroba publicidade
Crédito da imagem: André Gustavo Stumpf

A Polícia Federal deflagrou hoje a Operação Defeso no combate a fraudes no Seguro Defeso que aconteceram no sul do Espírito Santo e na região metropolitana da capital. A estimativa é de que foram pagos mais de R$ 28 milhões em benefícios de Seguro Defeso aos falsos pescadores, durante sete anos de atuação da organização criminosa.

 “A fraude cometida pela organização consistia em preparar documentos ideologicamente falsos para que pessoas que não sobrevivem da pesca pudessem receber o Seguro Defeso de forma ilegal”, informou a Comunicação da PF do Espírito Santo. 


Além dos documentos falsos, a organização intermediava a compra e venda de comprovantes de embarque entre os falsos pescadores e donos de embarcações. O principal foco das fraudes era a pesca da lagosta, pois o seguro é de seis meses, maior que o de outras espécies.


A organização investigada é composta por despachantes e de representantes de Colônia de Pescadores, além de dois servidores públicos do Ministério do Trabalho e Emprego. A investigação já conta com a participação de 77 policiais federais, que cumpriram os mandados expedidos pela Justiça Federal, de nove mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão preventiva e 12 mandados de condução coercitiva em oito municípios no Espírito Santo.


As acusações são: crime de integrar organização criminosa, estelionato qualificado, falsidade ideológica, corrupção ativa, inserção de dados falsos em sistema de informações e corrupção passiva.

crime, Defeso, ES, Espírito Santo, fraude, pescadores, PF, Polícia Federal, Seguro Defeso

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3