R$ 6,8 bilhões é o potencial de consumo de pescado fresco no Brasil
Varejo

R$ 6,8 bilhões é o potencial de consumo de pescado fresco no Brasil

Estudo foi feito sob medida para a Seafood Brasil pelo IPC Maps e mostra potencial de consumo para o ano de 2020

24 de junho de 2020

arroba publicidade
O potencial de consumo de pescado fresco por toda a população brasileira em 2020 é de R$ 6,8 bilhões, segundo revela recorte específico da pesquisa IPC Maps feita com exclusividade para a Seafood Brasil pelo responsável pelo estudo, Marcos Pazzini.
 
O levantamento traz dados muito relevantes, que comprovam o predomínio dos Estados amazônicos sobre a intenção de consumo de peixe, mas também apresenta alta previsão de gastos de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará e Pernambuco.
 
Os dados são um farol para todos os elos da cadeia produtiva para que possam compreender melhor a regionalização do consumo de pescado, chave para a construção do “novo normal” pós-pandemia. Os frigoríficos estão especialmente preocupados com este futuro, já que o cálculo da demanda e recuperação econômica está totalmente atrelado à motivação das equipes diante de um cenário ainda de expansão da pandemia.
 
A tabela abaixo, adaptada pela nossa equipe, traz o ranking dos Estados que mais devem consumir pescado neste ano.
 

Segundo a versão mais recente do IPC Maps, os consumidores do Pará terão o maior gasto com pescado fresco do País - R$ 1 bilhão -, cifra que corresponde a 7,7% dos gastos totais com alimentação no Estado. Já o Maranhão, em segundo lugar nos gastos totais, terá a maior participação do pescado nos gastos com alimentação - 9,3%, seguido por Amazonas (9,2%) e Amapá (8,2%).

São Paulo é o terceiro Estado com maior potencial de consumo de peixe fresco do País, segundo a pesquisa, com projeção de R$ 772 milhões - um gasto muito pequeno com pescado diante do total de dispêndio da população com alimentação (R$ 96 bilhões), o maior do País.

 
O estudo é publicado anualmente pela IPC Marketing Editora, empresa que utiliza metodologias exclusivas para cálculos de potencial de consumo nacional a partir dos dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) do IBGE.
 
 

consumo, IBGE, IPC Maps, peixe fresco, pescado, pesquisa

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3