logo


A Seafood Brasil #8 apresenta uma mescla de assuntos de interesse do setor. A maior bacia hidrográfica do mundo abriga os mais inovadores projetos de piscicultura do País e a nossa reportagem foi ao Acre e a Rondônia para constatar alguns deles. Nossas correspondentes, driblaram as intensas chuvas e enchentes que assolam a população neste início de 2015 para conhecer como o interior destes Estados assiste ao fomento da cadeia produtiva da piscicultura, que abriga frigoríficos, fabricantes de ração e um número crescente de pequenos, médios e grandes pisciculturas.

Como já é de praxe, preparamos um guia de visitação da feira Apas, o maior encontro do setor varejista do mundo. Neste ano, a quantidade de expositores relacionados ao pescado bate recorde: 53 empresas do segmento decidiram participar do evento. Mostramos como o varejo de pescado reage e não sucumbe diante das adversidades macroeconômicas deste 2015.

Confira ainda um especial sobre as tecnologias disponíveis na logística e uma reportagem especial sobre os restaurantes a kilo, que gradualmente inserem cada vez mais pescado no menu a pedido de seus frequentadores.

Seafood Brasil #8 features a mix of subjects of interest to the seafood trade. The largest river basin in the world is home to the most innovative fish farming projects and our report went to the states of Acre and Rondonia to find some of them. Our correspondents dodged the heavy rains and floods that plague the population at the beginning of 2015 to meet the development of the feed manufacturers and a growing number of small, medium and large fish farms.

As is usual, we prepared a visitor guide for Apas fair, the largest gathering of the retail sector in the world. This year, the number of exhibitors related to seafood hits record: 53 segment companies have decided to attend the event.

Also check out a special on the available technologies in logistics and a special report on the “restaurants by kilo”, which gradually increases as a viable option for seafood in the consumers menu.