Salmón de Chile deve investir mais 2 milhões de dólares no Brasil

Salmón de Chile deve investir mais 2 milhões de dólares no Brasil

04 de junho de 2014

arroba publicidade

Crédito da imagem: Sarah Hicks


A campanha da Salmón de Chile para incentivar o consumo de peixe pelos brasileiros deveria durar até o final de 2013, porém o sucesso foi tão grande que a promoção de consumo foi prorrogada. O Brasil é o terceiro mercado mais importante para o Chile, atrás de Estados Unidos e Japão, e continuará recebendo investimentos, que até agora foram de US$2 milhões na primeira etapa e serão mais de US$2 milhões na segunda etapa.


A empresa afirmou que o processo de construção de marca no país é algo a longo prazo e por isso a campanha terá continuidade. Os resultados já foram bons na primeira etapa e devem ser também durante a segunda fase do projeto, que deve durar até maio de 2015.


“A marca está se posicionando no mercado, depois de dois anos da implementação (2011-2013), ela é lembrada por 18% do público alvo. As exportações para o Brasil têm aumentado de forma consistente nos últimos dois anos, com incremento de 72% em receita e 74% em toneladas.


E a composição das exportações para o Brasil foi se voltando para produtos de valor agregado, que é um dos objetivos da companhia. Este segmento de produto aumentou de 3.374 toneladas para 13.696 toneladas nestes dois anos, e passou de 10% do total das exportações em 2011, para 19% em 2013.


A marca também tem crescido significativamente na penetração dos lares brasileiros - sendo este um dos principais objetivos da empresa. "As vendas em supermercados cresceram 132% nos últimos 2 anos, aproximadamente”, disse Melanie Whatmore ao Seafood Brasil.


 

Brasil, campanha, Chile, consumo, exportação, importação, salmão, Salmón de Chile, terceiro mercado

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3