Tocantins aumenta seu potencial de produção de pescado

Tocantins aumenta seu potencial de produção de pescado

03 de setembro de 2013

arroba publicidade

Crédito da imagem: Otávio Nogueira


O Tocantins é o 14º colocado entre as Unidades Federativas em produção de peixes. De acordo com o coordenador de Aquicultura e Pesca do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Alexandre Godinho, o Estado produz, atualmente, cerca de 10 mil toneladas de pescado por ano. Através de capacitações de produtores, a meta é que esta produção aumente em quantidade e qualidade ainda este ano.


Conforme Godinho, a região sudeste é atualmente a principal produtora de pescado do Tocantins, com mais de 60% da produção estadual concentrada ali. Segundo ele, as espécies de peixe mais adaptadas para o confinamento são aquelas em formato de disco, como o Pacu e a Caranha. “As espécies arredondadas foram as que mais se adaptaram, mas a que melhor se adaptou foi o Tambaqui”, explicou.

Parques aquícolas

Lançados oficialmente em abril deste ano, os parques aquícolas no Lago da UHE Lajeado deverão ser um propulsor do pescado no Estado. o Projeto abrange os municípios de Palmas, Porto Nacional, Brejinho de Nazaré, Lajeado, Miracema, Tocantínia e Ipueiras. Com a implantação do Parque, a estimativa é que o Tocantins atinja o patamar de maior produtor aquícola do Brasil com uma estimativa de produção que supera 130 mil toneladas ao ano.

Durante essa semana, o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, deverá fazer o lançamento oficial de uma parcela dos parques aquícolas do Lago da Usina Hidrelétrica de Lajeado, pontapé inicial para um grande impulso na produção de pescado no Tocantins.

aquícolas, aumenta, pescados, produção, Tocantins

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3