Todas as carciniculturas na Índia pararão temporariamente em fevereiro de 2014

Todas as carciniculturas na Índia pararão temporariamente em fevereiro de 2014

29 de novembro de 2013

arroba publicidade

Crédito da imagem: Happy Tummy


A fim de prevenir e controlar a propagação da síndrome de mortalidade precoce (EMS) em fazendas de camarão e incubadoras na Índia, a Autoridade de Desenvolvimento de Exportação da Marinha , em Kochi, cidade portuária na costa oeste do país, decidiu suspender temporariamente as atividades no país . Após discussões aprofundadas com consultores científicos e todas as partes interessadas, chegou-se a conclusão que medidas preventivas são necessárias e alguns passos para prevenir doenças e melhorar o cultivo são urgentes. A previsão é que em fevereiro toda a produção deve ser suspensa.  A decisão foi divulgada dia 21 de novembro pelas autoridades locais. 


Os passos necessários consistem em inspecionar e testar todos os feeds, reprodutores, náuplios, pós-larvas e probióticos em incubadoras, inspecionar e realizar testes em camarão de fazendas e galpões de peeling. Além de fechar instalações que não foram aprovados para a produção de reprodutores e destruir e desinfetar a água contaminada em incubadoras e fazendas.


Consumo

A suspensão da carcinicultura na Índia se relaciona com a importação de camarão para o Brasil, pois algum risco presente nesses camarões asiáticos poderiam ser transferidos ao país e também para a Argentina. Através da importação alguma doença poderia chegar até mesmo aos produtores e produtos nacionais.


 

Argentina, Brasil, carcinicultura, exportação, importação, índia, suspensa

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3