EUA seguem na liderança da importação de pescado brasileiro no 1º tri
Indústria

EUA seguem na liderança da importação de pescado brasileiro no 1º tri

Brasil obteve US$ 24.085.966 dos importadores norte-americanos

13 de maio de 2021

arroba publicidade
Os Estados Unidos foram o país que mais importou em valor e volume no primeiro trimestre de 2021. O Brasil obteve US$ 24.085.966 dos importadores norte-americanos, um aumento de 8,7% em relação ao mesmo período de 2020, de acordo com os dados divulgados pelo Painel do Pescado. 
 
Outros oito países importaram mais de US$ 1 milhão em pescado. Foram eles: Hong Kong, China, Argentina, Chile, Equador, Coreia do Sul, Taiwan e Austrália.
 
Já em volume, os Estados Unidos importaram 3.883 toneladas do pescado brasileiro no primeiro trimestre de 2021, um crescimento de 13% em comparação aos mesmos meses do ano passado. 
 
A China é o segundo país que mais comprou em volume da proteína, seguida, em ordem, por quatro nações sul-americanas: Argentina, Equador, Peru e Chile. O Top 10 é completado por Gabão, Coreia do Sul, Hong Kong e Colômbia.
 
O Chile registrou a maior alta - mais de 400%, tanto em volume como em valor. A importação do pescado brasileiro no primeiro trimestre de 2021 basicamente consistiu em atuns e afins para reprocessamento.
 
As importações de pescado pelo Chile foram de US$ 1.557.018 de janeiro a março, uma variação positiva de 429,7% em relação aos mesmos meses de 2020. E o volume foi de 445,920 toneladas, um incremento de 436,8%. Esse crescimento coloca o Chile como o quinto país que mais importa a proteína do Brasil em valor e o sexto em volume.
 
As informações foram compiladas pelo Painel do Pescado, uma plataforma de automação de dados desenvolvida com a Tecnologia Jubart.
 
Acesse aqui e consulte mais informações em tempo real sobre a balança comercial brasileira de pescado.

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3