Gado alimentado com Alga vermelha reduz em 90% a emissão de metano
Aquicultura

Gado alimentado com Alga vermelha reduz em 90% a emissão de metano

Asparagopsis taxiformis está sendo transformada em um suplemento para gado por startup americana

27 de dezembro de 2021

A alga vermelha, que gosta de águas tropicais ou temperadas quentes, a Asparagopsis taxiformis está sendo transformada em um suplemento para gado pela startup Symbrosia. Uma pesquisa mostrou que substituir apenas 0,4% da ração de uma vaca por essa alga reduz a quantidade de metano que o animal emite em mais de 90%. 
 
A startup usa um sistema de aquicultura terrestre para cultivar as algas. Eles secam as algas marinhas para preservá-las naturalmente, e então a transformam em um produto para ração, o SVD. E esse trabalho levou a empresa a ser selecionada pelo MIT para receber aporte de cerca de US$ 2 milhões em prêmios de financiamento e mais oportunidades por meio de investidores e de venture capital.
 
A Symbrosia já recebeu financiamento do Usda (Departamento de Agricultura dos EUA) para analisar o uso de seu suplemento de ração de algas marinhas na Z Farms Organic, em Dover Plains, Nova York. Um piloto começou nessa fazenda em junho, testando as algas marinhas como suplementação da dieta dos animais em pastejo.
 
“Priorizamos uma solução eficaz para a redução de descarregada que destaca uma transição significativa para os produtores rurais e atende muitos consumidores que não querem deixar o consumo de carne ”, disse Alexia Akbay, CEO da Symbrosia, com sede em Kailua-Kona, no Havaí . “Como veganos e vegetarianos, os fundadores do Symbrosia distribuir a trabalhar nessa solução com plena compreensão do tempo que temos para vencer o aquecimento catastrófico.”
 
“Todas as pesquisas anteriores ocorreram em um confinamento de uma universidade ou em um ambiente leiteiro controlado”, diz Alexia. “Enquanto isso, a maioria das emissões de metano na cadeia de abastecimento de carne ou laticínios vem do ciclo de pastejo – digerir grama [ou capim] é mais difícil do que milho ou soja.” A alga marinha foi incluída como parte do suplemento alimentar mineral fornecido aos animais que pastam. As informações foram divulgadas na Forbes.
 
Créditos: Pixabay
 

Uso de alga vermelha em ração reduz em mais de 90% a emissão de metano pelo gado

alga vermelha, aquicultura, gado, metano, Symbrosia

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3