SOS Mata Atlântica: sardinha pode entrar em extinção, em breve

SOS Mata Atlântica: sardinha pode entrar em extinção, em breve

08 de agosto de 2013

arroba publicidade

Crédito da imagem: amandamandy


Uma pesquisa recente da Fundação SOS Mata Atlântica por meio do Programa Costa Atlântica fez um levantamento em feiras livres, supermercados e peixarias da cidade de São Paulo.  O objetivo era verificar quais espécies de pescado, entre peixes, moluscos e crustáceos, poderiam ser encontrados e se o período de defeso determinado por lei era respeitado. O que se sabe é que a sardinha, um alimento tão comum na mesa do brasileiro, está ameaçada de extinção, pois seu período de defeso não está sendo respeitado. Segundo a pesquisa, a sardinha esteve presente em 100% das barracas de feira durante o período de proibição da pesca.


Durante o período, foram visitadas 34 barracas de peixes em 32 feiras, 22 supermercados e 10 peixarias, totalizando 98 estabelecimentos.


Outro problema encontrado na pesquisa se relaciona aos tubarões. Nenhum peixeiro entrevistado soube especificar qual tubarão estava em sua banca sendo vendido genericamente como cação. O problema é que das 88 espécies de tubarões brasileiros, doze estão na lista de espécies ameaçadas de extinção.

A Fundação também disse que a tainha (Mugil sp) fresca estava sendo comercializada em 35 estabelecimentos em seu período de defeso, com origem citada como sendo de Santa Catarina e de Cabo Frio.


Defeso, estudo, extinção, pesca, pesquisa, sardinha, SOS Mata Atlântica

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3