Campo Futuro apresenta dados da agropecuária; PR tem padrão de 24 hectares

Campo Futuro apresenta dados da agropecuária; PR tem padrão de 24 hectares

Resultados mostram significativa redução da margem de rentabilidade na atividade agropecuária

25 de outubro de 2018

arroba publicidade
Nesta quarta-feira (24/10), em Brasília, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) organizou o “Seminário Nacional do Projeto Campo Futuro”. O encontrou serviu para exibir resultados do levantamento de custos em setores agropecuários no ano de 2018, incluindo o pescado.

O evento em Brasília apresentou a conclusão anual sobre todas as atividades agropecuárias. Além disso, discutiu meios para auxiliar a melhoria da gestão rural e com conteúdo sobre o desempenho do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) que ajuda nas decisões dos produtores rurais.

Os resultados do Campo Futuro mostram, na média, que a atividade agropecuária teve significativa redução da margem de rentabilidade, segundo a CNA. O comportamento foi impactado pelos custos de produção, puxado pela alta dos preços de insumos como fertilizantes, energia, óleo diesel e rações, e outros fatores como a paralisação dos caminhoneiros.

“Nós observamos que, principalmente nas atividades pecuárias, houve uma redução significativa nas margens de produção e um incremento de custos em grande parte delas, principalmente por conta do aumento dos preços da ração”, explicou o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi.

O estudo apurou, estão por exemplo, dados sobre a organização da atividade no Paraná. Segundo a CNA, a propriedade típica onde se produz tilápia em Toledo (PR) tem 24 hectares, dos quais cinco hectares dedicados à atividade aquícola, com área de 3,5 hectares de espelho d’água.

Em Palotina (PR), o trabalho avaliou que a propriedade modelo é semelhante, com 24 hectares de área total, dos quais quatro destinados à produção e três hectares de espelho d’água. Nos dois municípios pesquisados, o proprietário dedica parte do seu tempo à piscicultura, com a ajuda de um funcionário.

Veja como foi a íntegra do evento:


O Projeto Campo Futuro é fruto da CNA com o Senar  e conta com a colaboração de universidades e centros de pesquisas. Neste ano, o Projeto acompanhou produtores rurais em 20 Estados e obteve dados de 24 atividades diversas em 129 painéis de discussão.

Crédito da foto: Wenderson Araujo/CNA

Bruno Lucchi, campo futuro, CNA, Palotina, piscicultura, produção, Toledo

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3