Embaixada garante estande e brasileiros vão a Bruxelas para Seafood Expo Global

Embaixada garante estande e brasileiros vão a Bruxelas para Seafood Expo Global

Primeiro dia da feira teve premiação Seafood Excellence Awards, vencida pela Mar & Terra em 2013

26 de abril de 2016

arroba publicidade
O estande é quatro vezes menor que o de anos anteriores, não tem chef preparando comida brasileira, mas o que interessa continua lá: os empresários brasileiros interessados em fazer negócios. Dólar alto, cenário doméstico incerto e um reaquecimento do cenário europeu motivaram diversas empresas interessadas em vender bem o Brasil na maior feira de pescado do mundo, a Seafood Expo Global, em Bruxelas.

A feira, que começou hoje, tem um meeting point de 20 m² bancado pela Embaixada do Brasil em Bruxelas com as seguintes empresas: Seabev International, Mar & Terra, Dellmare Pescados, Camanor, Sindfrio, RB Aquicultura, Bomar Pescados, Maris, MA de Lima Liola, Condessa, Netumar, Caix e Compescal.

A julgar pelo perfil das empresas, o foco da atuação brasileira é nas exportações de lagostas e na retomada das vendas externas de camarões. Com presença oficial, o Sindfrio concentra as empresas do Ceará focadas na lagosta. Já a Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC) tem uma delegação específica coordenada pelo diretor comercial da entidade, Santa Júnior, cuja missão é reabrir espaços na Europa para o vannamei brasileiro.

Outra presença importante é da Mar & Terra, que retorna à feira depois de ter ganhado, em 2013, o prêmio de melhor produto de food service no concurso então chamado de Prix D'Elite, que corre em paralelo à feira, com a costela de tambaqui.

Veja algumas fotos da presença brasileira neste primeiro dia em Bruxelas (Crédito: Ximena Echague, colaboradora da Seafood Brasil em Bruxelas):

[gallery link="file" ids="8159,8160,8157,8156,8155,8166,8168"]

Seafood Global Excellence Awards

O Prix D'Elite agora se chama Seafood Global Excellence Awards, mas manteve a tradição e realizou a cerimônia de premiação nesta terça-feira, durante o primeiro dia da feira. A alemã Kagerer & Co. e a francesa Freshpack foram as ganhadoras, nas categorias varejo e food service, respectivamente.

O Dim Sum – Quick ‘n’ Easy, da empresa de Munique, levou o prêmio do varejo por conta da praticidade - pode ser cozido no vapor ou no microondas - e pelos três sabores: har kao, shao mai e gyoza, servidos no seu próprio molho. Já na categoria para hoteis, restaurantes e catering, a Freshpack venceu com a sua carne crua de king crab, que usa uma lavagem de alta pressão para remover a carne das patas e embalá-las a vácuo inteiras.

[caption id="attachment_8164" align="alignleft" width="300"]Envase skin usado pela Marine Harvest França tem embalagem primária skin que fica entre duas embalagens secundárias com atmosfera modificada Envase skin usado pela Marine Harvest França tem embalagem primária skin que fica entre duas embalagens secundárias com atmosfera modificada[/caption]

Foram 39 finalistas, de 15 países, que levaram para casa ainda outros prêmios especiais. Chamou a atenção a Marine Harvest da França, que venceu em duas categorias especiais: conveniência e embalagem para o varejo, com os miniterrines de salmão e um envase skin para filé de salmão que aumenta o shelf-life e a umidade do produto.

ABCC, Bomar Pescados, brasileiros em Bruxelas, Caix, Camanor, Compescal, Condessa, Dellmare Pescados, MA de Lima Liola, Mar & Terra, Maris, Netumar, RB Aquicultura, Seabev International, Seafood Expo Global, Seafood Global Excellence Awards, Sindfrio

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3