Indústria do pescado mantém esperança de crescimento após eleição de Bolsonaro

Indústria do pescado mantém esperança de crescimento após eleição de Bolsonaro

09 de novembro de 2018

arroba publicidade
Reformas econômicas e sociais previstas pelo novo presidente poderão incentivar o aumento do consumo das famílias, beneficiando a indústria. Esta é a visão de Cristiano Lobo, diretor de  assuntos governamentais da Associação Brasileira das Indústrias de Pescados (Abipesca). “Muito se tem dito sobre uma nova agenda econômica e política que o novo governo quer implementar. Entendemos que as reformas fiscais e tributárias tendem a reduzir a pressão sobre o poder de compra das famílias, trazendo mais dinheiro para economia."

Na visão dele, consequentemente isso gerará "maior demanda sobre produtos e, indubitavelmente, sobre o setor". Para Lobo, o reflexo destas mudanças será em escala mundial: “A mudança de postura ideológica na condução da política externa tende a nos abrir mais mercados e novas possibilidades de comércio com o mundo”, completou.

O diretor ainda comentou que, para a agenda do pescado ser eficaz, será necessário atuar em três eixos fundamentais. O primeiro trataria da desburocratização das estruturas administrativas do setor, incluindo a despolitização da pasta especializada e o urgente uso da tecnologia para gerir as demandas setoriais.

O segundo eixo seria concentrado na harmonização legal a padrões internacionais, cumprindo o que recomenda o Acordo de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias celebrado no âmbito da OMC.

E por último, o terceiro eixo atuaria no fomento ao consumo através de medidas que gerem redução do preço final ao consumidor, por meio da diminuição dos custos que incidem sobre todos os elos da cadeia produtiva.

Importadores

A entidade que representa indústrias e empresas voltadas à importação de pescado vê benefícios também a esta vertente. Thamires Quinhões, diretora-executiva da Associação Brasileira de Fomento ao Pescado (Abrapes) vê nexo positivo entre a eleição do Bolsonaro e o comércio exterior.

Para ela, o discurso de um mercado multilateral e liberal beneficia o pescado em geral, uma vez que a produção nacional não é autossuficiente e não dispõe das inúmeras espécies que o consumidor deseja. Paulo Guedes, novo ministro da Economia, já sinalizou que não pretende incentivar medidas protecionistas ao mercado brasileiro.

Quinhões destaca a menção da desburocratização citada no plano do novo governo, assim como a simplificação tributária. A diretora frisa que o programa “facilitaria a retomada econômica, afinal o brasileiro não consegue mais suportar aumento ou criação de impostos”.

Ela completa dizendo que manter a reforma trabalhista trará maior segurança jurídica para as empresas voltarem a contratar. Além disso, Quinhões vê no discurso de Bolsonaro uma simplificação burocrática no Ministério da Agricultura (Mapa) e Ministério do Meio Ambiente (MMA).

"Ter um Mapa simplificado e focado contribuirá substancialmente para o crescimento do setor, visto ser o principal agente público regulamentador da atividade." Quinhões sublinha que para o desenvolvimento da pesca e aquicultura nacionais, é preciso uma comunicação efetiva entre o Mapa e o MMA.

Outro possível benefício, na visão dela, é banir as barreiras sanitárias quanto a importação de algumas espécies, que podem trazer à mesa do consumidor um produto a custo acessível e de excelente qualidade.

Entre as promessas do líder do PSL na presidência uma das mais importantes seria oferecer maior previsibilidade cambial, ainda que considere o câmbio flutuante. Gerando resultado positivo sobre inúmeros aspectos: “Tal fato, além de trazer segurança para a aquisição de produtos, também viabiliza investimentos na modernização das empresas, tornando-as mais competitivas”, finalizou Quinhões.

Abipesca, Abrapes, Cristiano Lobo, exportação, importação, Indústria do Pescado, Jair Bolsonaro, Ministério da Agricultura, Ministério do Meio Ambiente, novo governo, peixe, pescado, PSL, Thamires Quinhões

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3