>União Europeia: ONGs pedem que verbas para pesca sejam aplicadas em inovação

União Europeia: ONGs pedem que verbas para pesca sejam aplicadas em inovação

Autor - 31 de outubro de 2013



Crédito da imagem: Jay Galvin

As regras do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e da Pesca, instrumento financeiro para apoiar a Política Comum de Pescas (PCP) e a gestão do meio marinho nos próximos sete anos serão  votadas no Parlamento Europeu, de acordo com Portal RTP.

O Fundo Europeu pretendia aumentar o financiamento para a área dos pescados, porém nem todos os lados da equação concordam. A sobrepesca está sendo notícia na Europa nos últimos tempos. Recentemente, por  exemplo, o parlamento diminuiu a cota de pesca de algumas regiões para preservar espécies, como já informado pelo Seafood Brasil.


Em alguns lugares, como as ilhas pertencentes a Portugal, a sobrepesca da sardinha é tão evidente que um substituto para o peixe já esta sendo procurado.


€ 6 bilhões até 2020


As ONGs européias lutam para que os recursos sejam destinados para outras áreas, como inovação e formação. "É muito difícil garantir que cada Estado membro não canalize esses fundos para construção de embarcações e pesqueiros já muito explorados e para frotas que não têm sustentabilidade financeira", salientou o porta-voz das ONG em comunicado, como a GEOTA, Liga para a Proteção da Natureza (LPN), Quercus ou WWF Portugal.


O Parlamento Europeu vai analisar um pacote de 6,5 bilhões de Euros de apoios para a pesca para o período 2014-2020.

fundos, ONG, pesca, sobrepesca, UE, Uni

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3