Quer vender seu peixe no Oriente Médio? Governo abre chamada para Sial Abu Dhabi

Quer vender seu peixe no Oriente Médio? Governo abre chamada para Sial Abu Dhabi

Mapa e MRE bancam custos com estandes e estrutura no pavilhão brasileiro

16 de outubro de 2017

arroba publicidade
A Sial Abu Dhabi é a porta de entrada para o setor alimentício no Oriente Médio e o governo brasileiro quer que o pescado apareça por lá. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Câmara de Comércio Árabe Brasileira convidaram oficialmente o segmento para integrar o grupo de representantes brasileiros.

A 8ª edição da Sial Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, é considerado o evento de alimentos e bebidas de mais rápido crescimento na região do Oriente Médio. Em 2016, o evento atraiu 952 expositores, mais de 30 pavilhões nacionais e 16.562 visitantes.

Na edição de 2017, entre 12 e 14 de dezembro de 2017, o Brasil terá um pavilhão específico para a promoção de produtos alimentícios brasileiros com estrutura para empresas expositoras, participação em catálogo institucional e apoio de recepcionistas bilíngues.

Os custos com a contratação do espaço na feira, montagem dos estandes, apoio de recepcionistas bilíngues e confecção do catálogo do Pavilhão do Brasil serão de responsabilidade do governo brasileiro. As demais despesas, como passagens aéreas, alimentação, hospedagem, correrão por conta dos participantes.

Inscreva-se aqui. As vagas são limitadas e a inscrição vai até 29 de outubro.

Geração de negócios

Além da participação na feira, o Mapa, em parceria com a Embaixada dos Emirados Árabes, realizará o Brazil-United Arab Emirates Agribusiness Investor Road Show, em dia 23 de outubro de 2017, em Brasília, das 14:00 às 18:00 horas.

O evento terá rodadas de negociação entre empresas brasileiras do agronegócio e delegação de alto nível de investidores de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), representando as organizações: Food Security Center, Abu Dhabi Food Control Authority, Farmers Service Center, Al-Dhahirah Agricultural Company, Al-Dhahirah ACX Feed and Nutrition Company, Agthia and Al Foa Dates Company, Emirates Food Industries Group, National Feed Company, Emirates Food Industries Group, Elite-Agro Group of Companies, Emirates Future Company, Agility (Abu Dhabi) e Jenaan Investment Company.

Nas rodadas de negócios, empresas brasileiras terão espaço para apresentar aos investidores árabes os seus projetos de captação de investimentos. O principal interesse dos investidores está voltado para os setores de frutas, orgânicos, lácteos, proteína animal, arroz, milho, outros grãos e sementes, alimentos processados, além de energias alternativas.

Mais informações e a ficha de inscrição aqui.

Para quem não pretende expor na feira ou participar da Rodada, há uma terceira opção.  A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), a Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio da Rede Brasileira dos Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil) farão uma Missão Prospectiva à Feira SIAL, no período de 10 a 14 de dezembro.

Veja mais detalhes aqui.

Abu Dhabi, corvina, Emirados Árabes Unidos, feira Sial, lagosta, panulirus, peixe-sapo, pescada amarela, pescado brasileiro, Pirarucu, tambaqui, tamboril

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3