Brasil amplia importação de pescado de Omã em 264% em volume no 1º tri
Indústria

Brasil amplia importação de pescado de Omã em 264% em volume no 1º tri

No primeiro trimestre de 2021, o Brasil importou 110.923 toneladas de pescado

30 de abril de 2021

arroba publicidade
O Brasil aumentou a importação de pescado de Omã em 264% em volume no primeiro trimestre de 2021 em comparação ao mesmo período do ano passado, de acordo com os dados compilados no Painel do Pescado e obtidos no Comex Stat. Foram 16.962 toneladas da proteína adquiridas pelo País.
 
O crescimento expressivo da aquisição de pescado de Omã, a sua maior parte de sardinhas, o coloca como segundo país que mais exporta para o país em volume, atrás apenas do Chile, com 26.885 toneladas, após registrar um aumento de 7,5% no primeiro trimestre de 2021 em relação aos mesmos meses do ano passado.
 
Porém, mesmo com um crescimento de 275,9% no dispêndio pelo Brasil no período, Omã é apenas o oitavo colocado entre os países que têm seu pescado importado – US$11.372.933. A relação é liderada pelo Chile, com US$ 131.892.131, seguido, em ordem, de Noruega, Portugal, Argentina, Vietnã, China e Marrocos.
 
No primeiro trimestre de 2021, o Brasil importou 110.923 toneladas de pescado, um aumento de 4,05% em comparação aos mesmos meses do ano passado. Mas houve queda de 12,1% no dispêndio, para US$ 324.389.948, provocado pela redução do preço médio, de 15,5%, para US$ 2.924.
 
As informações foram compiladas pelo Painel do Pescado, uma plataforma de automação de dados desenvolvida com a tecnologia Jubart.
 
Acesse aqui e consulte mais informações em tempo real sobre a balança comercial brasileira de pescado.
 
 
 
 

Comex Stat, exportação, importação, Omã, Painel do Pescado, pescado, sardinha, tecnologia Jubart

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3