Brasil se recupera e Noruega alcança melhor agosto em exportações
Indústria

Brasil se recupera e Noruega alcança melhor agosto em exportações

Reabertura gradual dos mercados globais estimula expansão das vendas a vários destinos

10 de setembro de 2021

arroba publicidade
A Noruega atingiu o maior recorde na exportação de peixes e frutos do mar para o mês de agosto da história. Foram exportados o equivalente a 9,6 bilhões de coroas norueguesas (R$ 5,96 bilhões, aproximadamente), um aumento de 2,3 bilhões de coroas norueguesas (R$ 1,4 bilhão), ou 32%, em comparação com agosto do ano passado. “Uma reabertura gradual dos mercados globais obviamente teve um efeito positivo”, disse a CEO do Norwegian Seafood Council, Renate Larsen.
 
Espécies como o salmão, a cavala, o bacalhau e o caranguejo-real foram os que mais contribuíram para esse aumento.
 
Depois de um início de ano fraco, o Brasil é hoje o país com o maior aumento no volume de exportação de bacalhau em 2021. O volume foi mais de 1.800 toneladas maior do que no ano passado. Neste ano, o volume de exportação de bacalhau e saithe aumentou mais de 20%.
 
Em agosto, houve um novo crescimento de volume para o Brasil de 300 toneladas, ou 157% mais para o bacalhau. Também para o saithe, as exportações estão indo bem, com crescimento das exportações de 600 toneladas, um aumento de 202%. 
 
No total, o Brasil importou quase 1.700 toneladas de bacalhau em agosto, no valor de 83 milhões de coroas norueguesas (R$ 50,68 milhões). “Nos últimos quatro meses, o volume de exportação de bacalhau de saithe e bacalhau foi maior do que em 2019. Essa evolução positiva dá otimismo e a crença de que o país está agora no rumo certo”, diz Øystein Valanes, enviado do Norwegian Seafood Council para o Brasil.
 
Leia mais no site do conselho.

bacalhau, Conselho Norueguês da Pesca, Gadus morhua, Noruega, saithe, Seafood From Norway

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3