Exportações da piscicultura saltam 2% no 1º tri, diz Embrapa
Aquicultura

Exportações da piscicultura saltam 2% no 1º tri, diz Embrapa

Dados são do Informativo de Comércio Exterior da Piscicultura de abril

27 de abril de 2021

arroba publicidade
O Informativo de Comércio Exterior da Piscicultura de abril, feito em parceria entre a Embrapa Pesca e Aquicultura, por meio do Projeto BRSAqua e a Associação Brasileira de Piscicultura (PeixeBR) mostra que as exportações da piscicultura aumentaram 2% comparadas com as do 1º trimestre de 2020, atingindo US$ 3,2 milhões.
 
Quando analisado em peso, o aumento verificado no primeiro trimestre de 2021 foi de 8,4%, atingindo 1.766 toneladas. Os maiores volumes foram exportados em março (US$ 1,4 milhão).
 
 
Dentre as categorias de produtos da piscicultura exportadas no primeiro trimestre de 2021, os filés frescos ou refrigerados apresentaram o maior valor, totalizando US$ 1,2 milhão, equivalente a 38,2% do total. Em segundo e em terceiro lugares, aparecem, respectivamente, as categorias de peixes inteiros congelados (US$ 698 mil) e óleos e gorduras (US$ 413 mil).
 
A tilápia foi a principal espécie exportada, com US$ 2,6 milhões, Porém, houve queda de 7,2% quando comparada com o primeiro trimestre de 2020 (Tabela 2). Os curimatás (US$ 392 mil) e o tambaqui (US$ 203 mil) foram respecvamente a segunda e a terceira espécies mais exportadas nesse primeiro trimestre de 2021; ambos apresentaram expressivo crescimento comparados com o mesmo período de 2020.
 
 
O período ainda teve o aumento das exportações de pacu, que apresentou crescimento de 2.972,7%.
 
Já os Estados Unidos foram o principal destino (US$ 1,5 milhão) no primeiro trimestre de 2021, porém com redução de 13,2% em comparação com o primeiro trimestre de 2020. A Colômbia foi o segundo principal destino, totalizando US$ 406 mil em importações e apresentando salto de 93,1% em relação mesmo período de 2020. O Chile foi o terceiro principal destino, com US$ 312 mil e salto de 207,8%.
 
Entre os cinco principais destinos das exportações no primeiro trimestre de 2021, a publicação destaca os Estados Unidos e a China que apresentaram queda nos volumes embarcados. Por outro lado, os demais três principais importadores – Colômbia, Chile e Peru – registraram respecvamente aumentos de 93,1%, 207,8% e 34%. Esses dados reforçam a tendência de crescimento das exportações para países da América do Sul. 
 
Créditos da imagem: Ccnull

 

aquicultura, Embrapa, exportações, pacu, Peixe BR, tilápia

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3