Festivais gastronômicos se adaptam aos tempos para encantar o cliente
Food Service

Festivais gastronômicos se adaptam aos tempos para encantar o cliente

Estabelecimentos remanescentes não tiveram opção a não ser mergulhar em novos formatos

18 de agosto de 2021

arroba publicidade
Na esteira das reinvenções do food service, festivais gastronômicos se adaptam aos tempos para encantar o cliente seja lá onde ele estiver, em busca de soluções para uma grave crise.
 
De acordo com uma pesquisa da Abrasel, 72% do setor estava endividado até abril deste ano e 77% tinham tido prejuízo. O Brasil perdeu três em cada dez negócios voltados à alimentação fora do lar ao longo de 2020 e a 2ª onda da Covid-19 acentuou o cenário já crítico. Assim, os estabelecimentos remanescentes não tiveram opção a não ser mergulhar em novos formatos. 
 
A disrupção também pegou em cheio os festivais gastronômicos. Enquanto muitos festivais foram cancelados, outros se ajustaram ao contexto online. O Festival de Tiradentes (MG) repetiu os seus pratos em cozinhas espalhadas em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e em São Paulo, onde os chefs fizeram o preparo e entregaram por delivery. Outros festivais são nativos digitais - nasceram justamente em razão do próprio confinamento causado pela pandemia.
 
A matéria completa está disponível na seção Na Cozinha, na Seafood Brasil #39 que pode ser lida gratuitamente clicando aqui.
 
Créditos: Divulgação

Abrasel, bares, Covid-19, festivais gastronômicos, Na Cozinha, pandemia, restaurantes, seafood brasil

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3