Inflação dos alimentos no 1º quadrimestre registra queda
Varejo

Inflação dos alimentos no 1º quadrimestre registra queda

Publicação da CNA traz uma análise do último Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)

17 de maio de 2021

arroba publicidade
Comunicado Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) informou que a inflação dos alimentos no 1º quadrimestre deste ano registra uma queda desde 2019. A publicação traz uma análise do último Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do governo, divulgada pelo IBGE.
 
Para o grupo de alimentação e bebidas a alta foi de 1,83% no acumulado de janeiro a abril de 2021. No mesmo período de 2020 e 2019, os índices de inflação foram de 3,46% e 3,73%, respectivamente, o que mostra a desaceleração dos preços.
 
Já para os alimentos em domicílio, o IPCA nos quatro primeiros meses deste ano foi de 1,65%, contra 3,94% no ano passado e 4,98% em 2019. A inflação geral no acumulado de janeiro a abril foi de 2,37%.
 
“Contudo, os alimentos tiveram altas menores que em 2020, aproximadamente metade do que foi observado naquele ano. Percebe-se que a inflação acumulada dos quatro primeiros meses do ano vem caindo desde 2019”, diz a CNA no Comunicado Técnico.
 
Em abril, o IPCA dos alimentos em domicílio foi de 0,47%. As maiores altas foram para o tomate (5,5%), leite longa vida (2,4%) e frango em pedaços (2%). As principais quedas foram para: maçã (-10,1%), cenoura (-8,1%), batata-inglesa (-8,0%), mamão (7,8%) e banana-prata (-5,6%).
 
Créditos da imagem: Canva

CNA, IBGE, inflação, IPCA, preço dos alimentos, varejo alimentar

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3