Operação da PF combate fraudes em seguro-defeso no Sul de MG
Pesca

Operação da PF combate fraudes em seguro-defeso no Sul de MG

Cerca de R$ 15 milhões teriam sido pagos como benefício ao grupo investigado

28 de abril de 2021

arroba publicidade
A operação Tarrafa, da Polícia Federal, para combater fraudes em benefício de pescadores no Sul de Minas, cumpriu 24 mandados de busca e apreensão e outros 3 de prisão em Cristais, Aguanil, Campo Belo e também em São Paulo nesta terça-feira (27).
 
De acordo com a reportagem do Estado de Minas, a Polícia Federal disse que os responsáveis por uma colônia de pescadores de Cristais teriam fraudado documentos necessários para solicitação do seguro-defeso. A investigação apurou que, durante os anos de 2013 a 2020, o grupo ainda teria promovido a migração de pessoas de outros municípios para encaminhamento do pedido.
 
Cerca de R$ 15 milhões teriam sido pagos como benefício ao grupo investigado. Os presos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Federal em Varginha. Os suspeitos são investigados por crimes de estelionato qualificado, falsidade ideológica, uso de documento falso e associação criminosa, com penas que, somadas, podem chegar a 18 anos de reclusão, se condenados.
 
Créditos da imagem: Flickr

, operação Tarrafa, pesca, pescadores, Polícia Federal, seguro-defeso

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3