Seafood Brasil #42 traz a evolução da indústria da pesca em Itajaí
Comercialização

Seafood Brasil #42 traz a evolução da indústria da pesca em Itajaí

Versão digital já está disponível e pode ser lida gratuitamente

10 de março de 2022

Seafood Brasil #42 traz na capa a evolução da indústria da pesca no maior polo pesqueiro do País. A matéria investiga a situação dos pleitos dos armadores locais, em contraste com o desenvolvimento da indústria de beneficiamento em Itajaí (SC). No âmbito da pesca artesanal, novas lideranças, como Adriana Drica, dão representatividade para a categoria. 
 
Na seção Cinco Perguntas, entrevistamos Marcelo Shiraishi, novo presidente da Associação Brasileira da Gastronomia Japonesa (ABGJ).
 
A entidade que defende o interesse dos restaurantes japoneses. Apesar de operar um restaurante defensor do washoku, Shiraishi se coloca no lugar dos empresários de todas as vertentes desta culinária afetada em cheio pelas consequências da pandemia.
 
 Ainda no âmbito gastronômico, na seção Na Cozinha, exploramos as relações entre o pescado e o movimento Slow Food.
 
A edição também tem o Suplemento de Tecnologia para Aquicultura, que traz a visão de fornecedores e estudiosos do tema, com enfoque em alguns dos conceitos da indústria 4.0, bem como as estatísticas da balança comercial brasileira do pescado.
 
Já as seções Na Água, Na Planta e Na Gôndola, trazem novidades de equipamentos, serviços e insumos para produção aquícola e pesqueira;  equipamentos, serviços e insumos para o processamento da proteína aquática; e produtos para varejo e food service, respectivamente.
 
Para o leitor que não quer esperar pela versão física, a versão digital já está disponível aqui.
 

aquicultura, Marcelo Shiraishi, pesca, seafood brasil, Slow Food

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3